<img height="1" width="1" alt="" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?ev=6021674678992&amp;cd[value]=0.01&amp;cd[currency]=BRL&amp;noscript=1">

4 pontos importantes para a produção de um conteúdo de relevância

Por: Andreza Fernandez 11/mar/2016

Tempo de leitura:



Conteúdo de relevância. Esse tema já foi abordado inúmeras vezes e de diversas formas, mas o que realmente é um conteúdo de relevância? Afinal, o que é relevante para a empresa vizinha pode não ser relevante para a sua empresa, o conteúdo ideal para uma comunicação muda muito de caso para caso, dada a necessidade, a interpretação e a importância que se dá ao assunto.

Mas então podemos realmente criar um conteúdo de relevância em meio a tantas variáveis? A resposta é “sim”!

Abaixo, analisaremos alguns pontos que o ajudarão a construir a base de todo o seu conteúdo e, consequentemente, gerar mais leads para a sua empresa.

1. Tenha um plano

Quando queremos que algo dê certo em nossas vidas, fazemos um plano, seja para comprar um carro ou para conseguir um novo emprego, o fato é que as chances aumentam exponencialmente quando nos planejamos com antecedência para qualquer tipo de ação; porque não, então, na comunicação de sua empresa?

Aprendemos desde muito jovens a dar um passo após o outro ou a subir um degrau de cada vez e é dessa forma que devemos seguir com o nosso conteúdo de comunicação.

O conteúdo deverá ser parte integrante do plano estratégico da empresa e ser considerado em cada um dos passos que se pretende dar; não é a comunicação que terminará aonde você quer chegar e sim o seu plano estratégico, ela só te ajudará a chegar lá se for bem conduzida, sem perder de vista os objetivos primários. Dessa forma ela poderá  conduzir sua empresa em alta velocidade e sem grandes obstáculos.

2. Conheça seu público

Nada melhor do que a empatia. Na grande maioria das vezes o foco do nosso conteúdo é somente na superficialidade do público e na informação primária.

Digamos que constatamos que nosso cliente gosta de carros pretos, por exemplo, então falamos sobre o carro ou colocamos um carro preto em nossa comunicação para chamar a atenção, mas a questão oculta aí é: por que ele gosta de carro preto?

Podemos ir muito mais longe e descobrir que não é um simples gosto dele, mas que ele também foi além, pesquisou e descobriu que seus clientes têm essa preferência porque eles estão em um país mais ao Norte e essa cor retém mais calor nos longos invernos congelantes.

Bem, se temos essa informação agora neste novo contexto, não precisamos falar somente do preto, podemos falar de um novo tecido de estofamento que retém 5x mais o calor do que outros e teremos assim 2 assuntos de relevância, aumentando ainda mais as chances de sucesso e a captura de leads.

Não devemos confundir o cliente-foco de nossos conteúdos e comunicação com entender o que motiva o público de nossos clientes. O foco deverá ser sempre o nosso cliente, mas o entendimento profundo de suas necessidades nos ajudará a conquista-lo e a mantê-lo.

3. Falem a mesma língua

Não sei se já tiveram a oportunidade de sair com um grupo de amigos que tem a profissão em comum entre eles, mas que é completamente diferente da sua, como um grupo de médicos saindo com um engenheiro; certamente o engenheiro se sentiria deslocado ao ouvir falar que um paciente estava com aptialia, mas se interessaria pelo assunto se dissessem simplesmente que o paciente estava com um quadro de diminuição de saliva.

Estamos tão acostumados com os termos do nosso meio que não nos damos conta que às vezes o nosso público pode não conhecer o significado de alguns termos, siglas e expressões, o que pode dispersar a atenção e tornar o texto maçante. Portanto, na dúvida, seja simples, claro e coeso.

4. Diga a verdade, nada mais que a verdade

Diversas instituições pelo mundo divulgaram nos últimos anos o quanto a mentira cresceu no meio digital e como isso afetou e afeta de maneira crescente as empresas. A maioria atribui o aumento da mentira ao crescente acesso ao mundo digital, isso porque quando as pessoas não são vistas, se sentem mais à vontade para mentir, aumentando muito o número de notícias enganosas, bem como “entregas e promessas” falsas e, consequentemente, a descrença entre os internautas e a falta de credibilidade no discurso das empresas.

Uma das pesquisas mais completas é do jornalista Craig Silverman e foi publica em seu livro LIES, DAMN LIES, AND VIRAL CONTENT, ele cita que muitos websites perdem mais tempo propagando notícias duvidosas do que pesquisando sua veracidade e isso afeta diretamente todos os blogs de notícias ou conteúdo. Hoje o leitor, tendo acesso fácil à informação, valoriza cada vez mais a coerência, a confiabilidade e a credibilidade da fonte, principalmente se afetar o seu negócio. Portanto, a verdade será literalmente sua maior aliada.

Como podemos ver, um conteúdo relevante não é só o conteúdo em si, mas o que vem antes, o que é publicado e os resultados que ele pode vir a produzir para seu público, nos vários estágios de sua jornada. Não perca a chance de se aprofundar no mundo de seus clientes, para ser cada vez mais relevante e, com isso cada vez mais valioso.

Fique ligado na Inbound Marketing para mais novidades e estratégias em Marketing Digital.



New Call-to-action
Andreza Fernandez

Andreza Fernandez

Gerente de sucesso do cliente | Executiva de atendimento com dez anos de atuação no mercado. Especialista em estratégias de marca, marketing mix, inbound e resultados. E apaixonada por música.

Deixe seu comentário :)

Como converter leads em clientes
Cases | Agência Inbound
Share