<img height="1" width="1" alt="" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?ev=6021674678992&amp;cd[value]=0.01&amp;cd[currency]=BRL&amp;noscript=1">

Marketing de Crescimento e o custo de não fazer nada

13/jul/2017
Tempo de leitura:

Tomar decisões muitas vezes envolve interromper um processo que não pode ser parado e, por isso, as mudanças e atualizações vão ficando para trás. Você pode, por exemplo, ter que decidir entre mudar de casa e ficar mais perto do trabalho, mas só de pensar em organizar e realizar uma grande mudança vai deixando tudo para depois.

Só que quando falamos sobre o âmbito de negócios as consequências vão muito além do dinheiro que você iria economizar em combustível. Ou então como poderia aproveitar mais o dia com o tempo que lhe sobraria se deixasse de morar longe do escritório.

Para ficar mais claro vamos pegar como exemplo o marketing de crescimento e comparar com o quanto custa não fazer nada para que os resultados de uma empresa e o ROI sejam aumentados.

O que faz o marketing de crescimento

Ter uma estratégia bem organizada, pensada e planejada não serve apenas para aumentar o número de leads e possíveis clientes. As ações podem ter o foco em números, mas não se limita a isso.

O marketing de crescimento permite que se ganhe maior confiança dos clientes e leads, que a marca da empresa seja mais forte e, consequentemente, conquiste ainda mais credibilidade no mercado.

O objetivo é otimizar a performance do marketing, acompanhar tendências, pensar de forma estratégica e orientada a resultados para otimizar o ROI. Como isso é possível?

Pensando e fazendo diferente para que novas oportunidades sejam criadas. E isso não significa revolucionar o marketing, mas investir em uma estratégia que vai fazer a diferença de fato.

E são essas características que trazem melhores resultados como uma consequência natural. Do que adianta ter um site, acompanhar relatórios, ter uma base de dados, mas não ter uma estratégia em volta dessas informações para que se tornem resultados concretos?

O custo de não tomar decisões

Em uma primeira e ingênua análise alguém poderia dizer que não fazer nada logicamente não custa nada. É ingênuo pensar isso porque uma empresa que não se move, não se atualiza, está deixando de ganhar e só por isso já teria um prejuízo.

Mas se sua empresa deixa de inovar porque você acredita que não deve decidir isso agora, ela está perdendo a oportunidade de atrair novos visitantes e potenciais clientes. Perde a chance de se destacar no mercado, explorar novas possibilidades, inclusive de novos negócios.  

Coloque na ponta do lápis o quanto sua empresa ganharia se você decidisse apostar em estratégias de marketing de crescimento. Ao fazer essa projeção, de acordo com seu modelo de negócio, você tem uma ideia do quanto está pagando por não fazer nada.

Por que fazer nada não é mais barato?

O custo de não investir em marketing de crescimento e inovar no processo estratégico torna o mercado cada vez menos competitivo. E isso não é só ruim para as empresas, mas para o desenvolvimento do mercado em geral. Com menos desafios, o mercado se acomoda e atrai menos investimentos.

Por outro lado, enquanto sua empresa espera pela decisão de investir no planejamento estratégico de marketing, outras companhias e profissionais da sua área estão fazendo isso. Sua empresa tem uma equipe para analisar a performance digital?

Pode ser que sim, mas sem o controle das informações e de um estudo de comportamento de seus visitantes e leads, de nada adianta investir em marketing digital e esperar por um milagroso ROI.

E definitivamente não é mais barato fazer nada em vez de apostar no marketing de crescimento. Você terá que fazer algo se quiser enxergar os resultados.

Portanto, vale reforçar que ao não investir em estratégias de marketing e vendas para impulsionar o seu negócio, sua empresa está perdendo dinheiro e oportunidades.

As vantagens do marketing de crescimento

Por que sua empresa deve decidir por investir em marketing de crescimento em vez de não fazer nada? Os motivos específicos dependem de cada negócio e empresa, mas listamos algumas razões:

  • Maior retorno em relação ao marketing tradicional

Investir em formas tradicionais de marketing tem um alto custo de aquisição que nem sempre geram o retorno esperado.

  • Retorno de Investimento

O ROI também é afetado em consequência do baixo retorno quando as ações se perdem em ações isoladas, sem estratégia. No marketing de crescimento as ações são planejadas e devidamente acompanhadas, por isso garantem um ROI muito mais satisfatório e efetivo.

  • Custos operacionais

Sem uma estratégia estruturada você pode ter mais custos operacionais porque não tem o controle do que é necessário para gerar mais visitantes e nutrir melhor os leads.

Também fica mais fácil compreender e estudar quais atribuições e até número de funcionários você precisa para que determinados objetivos sejam alcançados.

  • Competitividade

Empresas que não inovam são menos competitivas e fatalmente ficam para trás, é inevitável. Não dá para prever mudanças bruscas de mercado, mas a inovação é essencial. Aliás, em termos de inovação podemos ir mais além nessa análise.

Inovação e marketing de crescimento

Ao lermos ou ouvirmos especialistas falando a respeito de inovação muitas vezes surgem exemplos como o da Kodak, Blockbuster, entre outras grandes empresas que ficaram a ver navios ao não inovarem.

A líder em equipamentos e filmes fotográficos decidiu não apostar em fotografia digital enquanto a rede de locadoras não fez nada porque não se sentiu ameaçada pelos serviços de streaming e até pela pirataria. A Blockbuster fechou suas lojas nos Estados Unidos e a Kodak atua muito restritamente.

Dá pra imaginar o custo de não ter feito nesses casos? Claro que por se tratar de empresas gigantes o impacto é muito maior, mas mesmo em médias e pequenas empresas o estrago é relativo ao seu tamanho e alcance.

Isso mostra também que ninguém está imune à dinâmica do mercado, mesmo com anos e anos de experiência. Imagina para empresas médias e pequenas? É quase uma regra ficar atento e ter uma estratégia de crescimento.

Claro que não podemos assegurar que esse foi o único erro nas estratégias dessas empresas. Mas é certo que só as companhias que não têm medo de se atualizar estão conseguindo resultados e se destacando. O que você tem feito para que sua empresa não fique para trás?



New Call-to-action

Resultado da busca

=